Ajude a construir um mundo melhor com sua dieta!

PELO PLANETA

Os impactos ambientais dos produtos de origem animal são insustentáveis. A pecuária sozinha é responsável por cerca de 20% de todas as emissões de gases de efeito estufa provenientes de atividades humanas.
 

O óxido nitroso é quase 300 vezes mais nocivo ao clima do que o dióxido de carbono e 65% da quantidade desse gás, produzida pelos seres humanos, vem da pecuária. Por outro lado, o dióxido de carbono também é emitido por esta atividade, através do desmatamento para produzir ração para os animais e os combustíveis fósseis usados para o transporte do setor.
 

A produção de carne, especialmente bovina, é um processo que utiliza água intensamente. O gado bovino representa 8% do consumo global de água.
 

Além disso, em termos de terra, atualmente 30% da superfície terrestre é usada para criar animais explorados para a alimentação humana.

PELAS PESSOAS

A pecuária é responsável por 70% do desmatamento da Amazônia, ameaçando espécies e culturas nativas.

Para alimentar 30 pessoas um ano inteiro com vegetais, frutas e cereais, só um hectare de terra arável é necessário. Com esse mesmo espaço, apenas 5 a 10 pessoas poderiam ser alimentadas com uma dieta que inclui produtos de origem animal.

A água continua sendo um recurso escasso para uma parte significativa da população mundial, e a produção de um quilo de carne pode exigir de 10 a 100 vezes mais água do que a produção de um quilo de cereais.

PELOS ANIMAIS

Mais de 56 bilhões de animais são abatidos para o consumo humano anualmente.
 
Ambos os animais terrestres e marinhos que consumimos são seres sencientes capazes de ter experiências positivas e negativas, como prazer e dor. Na indústria, os animais são confinados de forma extrema e são submetidos a práticas dolorosas e estressantes, sem qualquer tipo de anestesia, como castração, corte de cauda, bico ou corte de chifres.
 
Quase metade dos peixes que são consumidos hoje são criados em fazendas de peixes, onde sofrem de estresse e doenças. E os peixes que são capturados dos rios e oceano também sofrem, pois morrem afogados fora da água.
 
Embora as leis busquem regulamentar como os animais são tratados nos diferentes processos de produção, o sofrimento de milhões de animais na indústria ainda é inegável.

PELA SAÚDE

A American Dietetic Association afirmou que uma dieta vegetariana devidamente planejada, incluindo a dieta vegana, é saudável e nutricionalmente adequada, e pode trazer benefícios para a saúde na prevenção e no tratamento de algumas doenças.

Estudos mostram que uma dieta vegetariana é mais saudável em muitos aspectos do que uma dieta comum. Em comparação com a dieta onívora, a dieta vegetariana contém menos gordura saturada e menos colesterol, enquanto é rica em fibras, antioxidantes e carotenos. Os cientistas descobriram que os vegetarianos têm menor incidência em doenças como obesidade, problemas cardíacos, hipertensão e diabetes tipo II.

 

Além disso, uma dieta vegetariana equilibrada geralmente excede a ingestão diária recomendada de 5 frutas ou vegetais, o que está associado a uma menor probabilidade de câncer de cólon. Por outro lado, essa dieta às vezes é recomendada para pessoas com condições crônicas, como artrite ou problemas renais.

 

Fonte: Vegetarian Society

Inscreva-se para receber nossas notícias e participar de atividades divertidas em prol dos animais!